Esqueleto

Feses nas patas

Hoje me deparei com um problemão, que se não resolvido afetaria cruelmente a pata de um filhote.

O filhote empenou completamente, atingiu a fase de saída do ninho e quando notei a pata dele estava cheia de feses secas grudadas entre as patas, unhas, pés... O desespero tomou conta pois o filhote não conseguia se firmar nos poleiros e afetava até os primeiros voos devido a este problema.

Método eficaz:

Mornei um pouco de água, peguei o filhote e fui lentamente jogando a água encima das patinhas até se soltarem por inteiro. Funcionou.

OBS: atenção voltada para a temperatura da água e o cuidado ao puxar as feses pois elas estão totalmente grudadas e se forem puxadas de forma violenta afetará a perna da ave.

Genética: Combinação de Cores

Nos Periquitos Australianos (Psitacídeos) de um modo geral observa-se o fenômeno da interação gênica.
O verde dos Psitacídeos é produzido pela interação dos genes de dois pigmentos:

Amarelo e Melaninas.
Exemplo: A cor verde se apresenta como: 

AA (amarelo) MM (melaninas).

Casos:
Um gene recessivo pode significar a ausência da característica, assim:
existindo melanina mas faltando amarelo, tem-se o Periquito azul (aaMM).
Na ausência de melanina, surge o Periquito amarelo (AAmm).
Na ausência tanto de amarelo quanto de melanina surge o Periquito branco (aamm).

No cruzamento de um Periquito amarelo puro (homozigoto) com um Periquito azul puro (também homozigoto) todos os filhotes serão verdes●● heterozigotos (AaMm). Serão verdes (por causa do A e do M), porém portadores de genes para amarelo (a) e azul (m). Cruzando esses Periquitos verdes heterozigotos, podem ser obtidos filhotes de diversas cores, homo e heterozigotos:

Periquito fêmea (AaMm): gametas AM, Am, aM, am
Periquito macho (AaMm): gametas AM, Am, aM, am


Tabela de combinações:




Cor
Genótipo
Probabilidade
1 verde
AAMM
6,25%
2 verdes/amarelo
AAMm
12,50%
2 verdes/azul
AaMM
12,50%
4 verdes/azul, amarelo/branco
AaMm
25%
1 amarelo
AAmm
6,25%
2 amarelos/branco
Aamm
12,50%
1 azul
aaMM
6,25%
2 azuis/branco
aaMm
12,50%
1 branco
aamm
6,25%


Há casos em que se observa co-dominância (mas são casos raros). Esse fenômeno ocorre em Periquitos Australianos e Agapórnis nas mutações chamadas de fator duplo ou fator escuro (por exemplo, verde-claro x verde oliva). Cruzando Periquitos verde-claros com verde-oliva, todos os filhotes serão verde-escuros. Cruzando-se dois pássaros verde-escuros, observam-se filhotes verde-claros, verde-escuros e verde olivas, na proporção de 25%, 50%, 25%, nessa ordem.


Pode-se dizer que verde-claro, azul-celeste, verde-oliva e malva são "homozigotos"; verde-escuro e cobalto "heterozigotos".


Referência: Animais de Estimação: Pássaros - Manual Prático Ilustrativo. Editora JBIG, 1986, Rio de Janeiro, Brasil 

Algumas cores


Como descobrir o sexo do seu periquito? Confira dicas aqui!

Como Descobrir o Sexo do seu Periquito?

Saber exatamente o sexo do periquito australiano não é tarefa simples, a maioria dos novos proprietários não sabem diferenciar machos de fêmeas. Geralmente em periquito mais velho é bem mais fácil saber porém nem em todos os casos, até com os adultos, isso vai depender de sua cor, mutação e também de seus hormônios. (o estado de saúde da ave também exerce influência).

Observe com atenção as fotos abaixo: 


 Fêmeas saudaveis, adultas em reprodução.

Veja abaixo a foto de uma fêmea doente:
A fêmea acima teve um desequilíbrio hormonal. Muitas vezes uma disfunção de um orgão interno é a causa de um desequilíbrio hormonal. Esta ave sofria de uma doença renal que ocasionou o sério problema hormonal.


Machos

Abaixo algumas fotos de machos saudáveis em reprodução:

A carúncula do macho é sempre ou mais ou menos azul, a intensidade da cor também depende de suas condições de saúde e também de seu equilíbrio hormonal.
 
Quando o periquito macho NÃO está em fase de reprodução percebemos tons marrom junto com o azul. Observe os exemplos:


Veja 2 exemplos de machos com tumor nos testículos. Observem a coloração da carúncula:
Exemplos de Dificil Reconhecimento

Os casos abaixo são de difíceis reconhecimentos.
Existem alguns periquitos que possuem cores especiais e mutações que “ocultam” o conhecimento do sexo. Especialmente os pássaros machos dão mais trabalho pois as vezes tem colorações como: rosa claro, rosa azulado e até esbranquiçada.
Vejam alguns exemplos:



Reconhecendo Filhotes
Quando estamos falando de periquitos novos esta dificuldade praticamente triplica pois quando pequeninos ambos os sexos possuem muitas semelhanças, PORÉM se você, criador, tiver um olhar mais atento vai perceber as diferenças.

As dicas são:
Nos Periquitos do sexo masculino há uma coloração rosa ou roxo-azulada na carúncula.
Nos Periquitos do sexo feminino há anéis brancos em volta das narinas porém dificilmente podem serem vistos, outra dica é que nas fêmeas a carúncula geralmente é de cor branco-azul.

Veja exemplos:

 Filhote Fêmea
 
Filhote MACHO


Fonte: Birds-Online - Todos os direitos reservados
Edição, Tradução, Adaptação: Lar dos Periquitos
Colaboração: Eder José - Cuiabá/MT

Fases de desenvolvimento de uma cria

Fases de desenvolvimento de uma cria



Depois de nascido o novo periquito passará pelas seguintes fases:
  
Com 1 e 2 dias (pesará cerca de 2 gramas)
Os filhotes nascem, seus olhos estão completamente fechados, serão alimentados com um “leite” que a mãe oferece.



Com 3 e 4 dias (pesará cerca de 5 gramas)
O filhote ainda é alimentado pelo leite materno

Com 5 e 6 dias (pesará cerca de 8 gramas)

Começa a se alimentar um pouco de misturas. O bico e as unhas começam a crescer. Em suas asas já existem sinais de manchinhas preta sinalizando o crescimento dos primeiros “canhões”. Ainda não levanta a cabeça e nem abre os olhos.

Com 7 e 8 dias (pesará cerca de 12 gramas)
O filhote começa a formar algumas divisões na pele, começa o processo de abertura dos olhos. A mãe começa a reduzir o leite materno e a fornece mais comida.




Com 9 e 10 dias (pesará cerca de 18 gramas)
Começa a se movimentar mais e a levantar a cabeça. O corpo já esta repleto de canhões.



Com 11 e 12 dias (pesará cerca de 23 gramas)
O filhote começa a se mover dentro do ninho, neste processo ele está mantendo o equilíbrio e batendo as asinhas. Já estão com os olhos abertos mas não enxergam completamente.

Com 13 dias (pesará cerca de 26 gramas)
Já se movimento muito. As penas vão saindo. A mãe o alimenta de pé.
Com 14 dias (pesará cerca de 28 gramas)
Medem mais ou menos 1cm. O resto do corpo é coberto de penas.


Com 15 a 18 dias (pesará de 30 a 37 gramas)
Anda por todo o ninho e começa a olhar pra fora. Já dá pra identificar a cor do filhote. (observa-se os contornos e as ondulações).


Com 19 a 21 dias (pesará cerca de 38 gramas) 
Começa a abrir as asas. Os olhos parecem ter diminuidos. Batem as asas para exercitar a musculatura. Já canta consntantemente parecendo bastante com um periquito adulto.

Com 22 a 25 dias (pesará cerca de 40 gramas)
O crescimento quase está parado. A cada dia mostra mais suas cores. Começam a limpar uns aos outros. Bicam seus canhões para abrirem mais. Tiram a cabeça pra fora do ninho mas ainda não saem.


Com 26 a 27 dias
Nesta altura o filhote já é um periquito formado, quase todas as cores já estão dispostas e passa o tempo todo treinando seu voo.

Com 28 a 29 dias
Nesta idade o periquito deixa o ninho porém retorna para descansar. Seu tamanho já está quase definido. Interage com seus pais e irmãos desenvolvendo integração social.

Com 35 a 37 dias 
Definitivamente o periquito deixa o ninho. Passa agora a dormir em poleiros. Já comi por conta própria e começa a se distanciar dos pais.

Tradução, Edição, Adaptação: Luiz André 
Fonte: http://pericosaustralianos.mforos.com/1487023/7292056-manual-de-cria/